Teatros em sistema de “drive-in” – “Broadway Drive-In Theatre”

teatro Broadway Drive in

Apesar de alguns teatros já terem tido algumas iniciativas para reabrirem mais cedo, no entanto num outro tipo de formato e como forma de incentivarem por exemplo os profissionais de saúde que tem estado na linha da frente no combate à pandemia, exemplos do Teatro Nacional D. Maria II (TNDMII), em Lisboa e o  Teatro Nacional de São João (TNSJ), a grande maioria não está a planear retomar a sua atividade na íntegra e nos moldes em que estamos habituados, ou seja dentro das suas salas, antes de Setembro de 2020.

Olhamos para um iniciativa que nos pareceu muito interessante nos Estados Unidos, onde também grandes salas como por exemplo na famosa Broadway, não poderão reabrir também antes de Setembro.

Novo conceito de teatro

O “Broadway Drive-In Theatre” no Teatro Hills (FHT) é um passo substancial para as artes de execução e também uma tentativa de recapturar a magia da performance online. Nesta era do COVID-19, o teatro e as artes da execução, que dependem muito de grandes equipas de indivíduos que se juntam para uma experiência partilhada e pessoal, estão a lutar. É muito provável que muitos teatros em todo o país não consigam passar por esta pandemia, devido à perda de rendimentos e à falta de programas de assistência governamental. Naturalmente, tanto os teatros como os animadores têm confiado nas redes sociais para continuarem a sua expressão artística, para aprofundarem a sua ligação com o seu público e para preservarem a sua importância. O conteúdo que temos visto é, de facto, criativo, mas o Teatro Fountain Hills está a levar o “espectáculo socialmente distante” para o nível seguinte. 

O Fountain Hills Theater está a pensar muito para além da caixa e tem acolhido a paisagem teatral pós-encerramento mais do que qualquer outro teatro. Para além de “Broadway Drive-In Theatre”, o FHT gerou adicionalmente mais de 18 episódios online, considerando que os encerrados, contendo reuniões e eficiências tanto de residentes como de estrelas da Broadway. Um dos episódios mais actuais foi especialmente notável, incluindo uma mesa redonda de “músicos de trabalho reconhecidos para falar sobre a função das Pessoas de Cor nas artes – no ambiente actual e no passado e confiante existente”. Foi a mais esclarecedora e motivadora discussão solitária que já vi em todo o nosso bairro devido à renovação da actividade de Black Lives Matter.

Possível em Portugal?

Aplaudimos a FHT e a sua natureza adaptável. Eles acabam por ser ousados na iniciativa, assim como experimentais e inovadores. Só podemos imaginar como irão voltar a tentar inovar, a descobrir e também a aumentar a sua oferta de entretenimento assim que a pandemia passar.

Embora esta apresentação do “Broadway Drive-In Theatre” tenha de momento encerrado, gostariamos que houvessem mais iniciativas do género, nomeadamente em Portugal, onde apesar de já terem havido algumas iniciativas, ainda são escassas. Se tiverem a sorte de conseguir assistir a um espectáculo do género na rua, garantimos-lhe que vale muito a pena. Se assim for, por favor buzine o mais alto que puder e também pisque as luzes até os seus dedos ficarem dormentes, uma vez que cada actor e actriz presentes merecem o nosso respeito e também aplauso.